m-learning e o aprendizado informal

O aprendizado informal pode ser percebido de forma intencional ou acidental [Eraut, 2000]. O primeiro é percebido quando o aprendiz participa de atividades informais, mas tem consciência de estar inserido em um ambiente propício ao aprendizado e, portanto, está aprendendo enquanto interage com o mesmo. O segundo, por sua vez, acontece de forma não intencional, sem perceber que está aprendendo, ou seja, o indivíduo executa uma determinada atividade sem intenção direta de aprender, mas aprende sem a consciência de estar estudando.

“Enquanto o aprendizado informal é realidade na vida das pessoas, estas podem não reconhecê-lo como aprendizado de fato.” As pessoas aprendem informalmente com mais naturalidade e eficiência, pelo fato de não considerarem – de fato – um processo de aprendizado. As pessoas tendem, no cotidiano do trabalho, a se motivarem no aprendizado relacionado as suas atividades corriqueiras. Nesse caso, o aprendizado informal ajuda bastante, pois aumentam suas possibilidades de aperfeiçoamento das atividades.

Explorar o aprendizado informal é uma ótima vantagem proporcionada pelo m-learning uma vez que este estimula que em ambientes de pouca formalidade educacional se tornem propícios ao estudo. Estudos da aprendizagem informal mostram que a maioria da aprendizagem dos adultos acontece fora da instrução formal [Future Lab, 2004]. Isto não quer dizer que o m-learning só acontece através do aprendizado informal. Afinal, ambientes específicos para o aprendizado formal podem ser encontrados também dentro do conceito de mobile learning. Um exemplo disto poderia ser um quiz a ser respondido através de um PDA com o qual o professor avaliaria o conhecimento dos respondentes. Esta não pode ser classificada como informal já que possui especificação, avaliação e prazo que a formalizam.

O m-learning, todavia, se mostra eficaz para o estímulo ao aprendizado informal. Um exemplo disto seria um portal educacional em sua versão para celulares onde o aluno acessa o portal em ambientes informais com o intuito de estudar e assim o faz. Este ambiente pode estimular o aprendizado informal quando permite ao aluno executar atividades que não estão diretamente associadas a formalidade da educação tradicional, ou seja, atividades educacionais executadas sem compromisso sendo feitas por espontaneidade própria de cada um.

Desta forma, o m-learning permite que, em ambientes informais, usuários sejam capazes de buscar o aprendizado. A motivação para o m-learning está presente quando o aluno dispõe de grande mobilidade e liberdade de escolha de suas ações. Isto é, o aluno é capaz de praticar as atividades que quiser dentre aquelas disponíveis no ambiente de acordo com suas intenções pessoais e o contexto em que se encontra naquele momento. Nesse caso, podem ser exploradas aplicações que aperfeiçoem esses usuários nas suas atividades cotidianas. Os dispositivos móveis, devido ao seu tamanho e a sua facilidade de uso, tendem a suportar aplicações de ensino mais informais, expandindo os processos de aprendizado para a vida diária das pessoas em suas atividades mais corriqueiras [Future Lab 2004].

Anúncios

One Response to m-learning e o aprendizado informal

  1. tiago disse:

    por favor voces conhecem alguma bibliografia sobre m=learning em portugues, para eu colocar no meu TGI

    urgente???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: