Fazemos softwares que você precisa!

quinta-feira, 27/julho/2006

A .reply surgiu para suprir as necessidades do mercado em desenvolvimento de software. Atualmente a .reply está no ramo de desenvolvimento de sofware educacionais e organizacionais, direcionando-se em e-learning e m-learning. Com um projeto inovador na medida em que oferecemos personalização, integração e mobilidade, a .reply vêm se destacando cada vez mais no mercado.

Notícias publicadas em relação ao .learn (Primeiro projeto da .reply)

Jornal do Comércio – TECNOLOGIA
Computador móvel x ensino a distância em prática
Publicado em 15.03.2006
Pouco menos de um mês depois de os estudantes do sexto período de Ciências da Computação do Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) apresentarem soluções inovadoras desenvolvidas durante a disciplina Projeto de Desenvolvimento, a equipe Reply já colhe os frutos do projeto .learn. Para quem não lembra, trata-se de uma iniciativa que engloba educação a distância com ensino móvel a partir de PDAs e celulares.
A idéia foi tão bem recebida pelo primeiro cliente, o curso de inglês ABA, que a empresa vai apresentá-la na próxima semana na Conferência de Tecnologia Educacional da Flórida (FETC, em inglês), em Orlando. Tanto a ABA quanto a equipe de 11 alunos do CIn estão otimistas com relação às possibilidades de interatividade entre alunos e professores criadas pelos recursos tecnológicos oferecidos via web pelo projeto, especialmente com a integração entre computadores e PDAs.
O coordenador de Projeto de Tecnologia Educacional na ABA e gerente da Reply, Guilherme Carvalho, conta que o projeto está passando por uma fase de amadurecimento. “Vamos apresentar o software em Orlando e buscar novidades no ramo da tecnologia educacional”, diz.
Além disso, a equipe tem trabalhado pela integração do .learn com outro projeto desenvolvido por profissionais da UFPE, o Amadeus. Alguns ajustes devem ocorrer, por exemplo, na interface do programa. “Um designer do Amadeus ficou de melhorar a qualidade das telas”, confirma. Assim, a expectativa é de que em no máximo um ano obtenha-se um produto final, que deverá ser resultado da junção do Amadeus com o .learn. Tudo open source.
Enquanto isso não acontece, funcionários da ABA já testam a ferramenta tanto no login de aluno quanto no login de professor. Parte do código do programa também deverá ser modificada para se adequar à base de dados da ABA.

Jornal do Comércio – SOFTWARE
Estudantes do CIn criam soluções funcionais
Publicado em 08.02.2006
Alunos da UFPE propõem cinco aplicativos inovadores para áreas como educação e saúdeA apresentação pública dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos do Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) para a disciplina Projeto de Desenvolvimento realizada na última segunda-feira demonstra mais uma vez o nível de competência dos talentos pernambucanos. Com a desenvoltura de profissionais, os jovens apresentaram cinco projetos em diferentes áreas.


(…)

A solução .Learning, disponível tanto em PDA quanto desktop, se volta para a educação. Planejar aulas, fazer a chamada, reservar equipamentos, organizar a própria agenda com base no calendário do curso são apenas algumas das funcionalidades. Tudo para tornar o cotidiano do professor e do aluno mais prático e interativo.

(…)

Segundo o professor Alex Sandro Gomes, as equipes conseguiram apresentar resultados focados na usabilidade do produto. “Os alunos buscaram empresas parceiras ou departamentos da UFPE para acompanhar as necessidades dos usuários e gerar a tecnologia mais adequada.” Por exemplo, para que a solução MedicIt fosse bem-sucedida, os estudantes procuraram o grupo Nutes de Medicina da UFPE e também realizaram entrevistas nos postos de saúde de Camaragibe. Já a equipe criadora do .Learning fez contato com uma escola de idiomas.

Diário de Pernambuco – Informática
Muito além da boa e velha apresentação escolar
Publicado em 08.02.2006
A história todo mundo conhece: os professores do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn/UFPE) criaram o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar) como uma forma de gerar oportunidades de negócios e manter os profissionais formados na UFPE no mercado local. Alguns anos depois, fomentou-se um ambiente favorável de idéias, expertise e mão-de-obra qualificada e veio o Porto Digital, que hoje é conhecido como um dos principais pólos de tecnologia do país. O que talvez poucos atentem é que o CIn continua sendo um dos principais fomentadores do nosso ambiente tecnológico, com a formação de um capital humano extremamente qualificado.
Basta dar uma volta nos corredores para perceber a atmosfera de inovação e dedicação dos que fazem parte do Centro. E os resultados aparecem. Na última segunda-feira, estudantes do 5º e 7º período dos cursos de ciência da computação e engenharia de software demonstraram os trabalhos que desenvolveram para a disciplina Projeto de Desenvolvimento. O que poderia ser mais uma apresentação escolar revela o grau de profissionalismo dos alunos e a capacidade de já desenvolver produtos para o mercado. “A disciplina encerra o ciclo básico do curso e os alunos são incentivados a realizar projetos voltados para clientes reais. Eles precisam atender a necessidade dos usuários e gerar tecnologia”, afirma o professor Alex Sandro Gomes.
(…)
O .Learn é um sistema web voltado para o ambiente escolar, tem como objetivo auxiliar o professor a interagir com os alunos e com a instituição de ensino. “É um sistema personalizado de acordo com a demanda do cliente e dividido em duas partes, uma que roda em PDAs e outra em desktops”, apresenta o gerente Guilherme Carvalho. Através de um portal, o professor pode gerenciar a chamada, os planos de aulas, a agenda. Além disso, o site, que foi desenvolvido em Ajax, conta com uma ferramenta de e-mail e um fórum. O projeto foi criado em parceria com a escola de idiomas ABA, que estuda a sua adoção ainda este ano.

Anúncios